Lentes de Contato

Confira grande variedade em lentes de contato, várias cores e marcas. A Óticas Mendonça trás até você as novidades do mercado paira deixar seu visual muito mais fashion e levar conforto e praticidade ao seu dia-a-dia.

  • 01 01
  • 02 02
  • 03 03
  • 04 04
  • 05 05
  • 06 06
  • 07 07
  • 08 08
  • 09 09
  • 10 10
  • 11 11
  • 12 12
Lentes de Contato

Informações Importantes

Como escolher a melhor lente de contato para os meus olhos?

Você decidiu de vez aposentar os óculos para usar somente lentes de contato. Parabéns pela escolha. A Solótica terá prazer em ajudar. Temos a linha de lentes mais completa e funcional do mercado.

Este processo de mudança começa sempre com uma visita ao oftalmologista. Somente um especialista pode determinar a lente de contato mais indicada para o seu caso. Além disso, o profissional deve acompanhar você durante o processo de adaptação da lente.

E a escolha depende de uma série de fatores. Basicamente, há três tipos de lentes de contato: rígidas, gelatinosas descartáveis e gelatinosas de troca anual. Cada uma delas apresenta vantagens e desvantagens, que você deve considerar antes de escolher.

As lentes rígidas são indicadas para todas as necessidades de correção visual. Tem melhor qualidade ótica, custo acessível, manutenção barata e são muito duráveis. Porém, nem todos os usuários se adaptam facilmente a este tipo de lente. E a opção para estas pessoas é a lente gelatinosa.

As gelatinosas do tipo de descartáveis têm a vantagem de serem extremamente práticas e confortáveis. O regime de troca de até 30 dias favorece a segurança, especialmente contra contaminações. Além disso, facilita a limpeza e o manuseio da lente de contato, sendo ideal pra quem não tem tempo a perder.

A desvantagem é o custo um pouco mais elevado de manutenção. Para os usuários preocupados com custo X benefício, uma excelente opção é a lente gelatinosa de troca anual, que alia as comodidades das lentes maleáveis (conforto e facilidade de manuseio), com a durabilidade e o baixo custo de manutenção do tipo rígido. Mas não atende a todas as necessidades de correção.

Seja qual for o tipo de lente escolhida, preste muita atenção à adaptação. Alguns usuários se adaptam imediatamente ao uso de lentes. Outros não. Sentir desconforto durante 10 ou 15 dias é considerado normal. Mas se persistir, retire a lente e consulte seu oftalmologista.

Depósito de proteínas nas Lentes de Contato Gelatinosas

O acúmulo de proteínas sobre as lentes gelatinosas é um problema comum aos usuários de lentes. A lágrima contém  proteínas, e a lente de contato é um objeto estranho nessa solução, os materiais protéicos ficarão continuamente em contato com a superfície da lente.

Existem dois mecanismos para a inclusão e/ou acúmulo de proteína sobre a superfície de uma lente de contato gelatinosa. O primeiro é a absorção/denaturação pela atração eletrostática de proteínas (especialmente Lisozima) a uma superfície de lente carregada negativamente.

A Lisozima é uma proteína protetiva, presente em concentração relativamente alta na lágrima e possui carga positiva. As lentes de contato tornam-se negativamente carregadas devido à incorporação do ácido metacrílico no polímero, tanto como uma impureza ou como um co-monômero, acrescentado para aumentar o conteúdo de água. A incorporação do ácido metacrílico cria uma carga negativa sobre a superfície da lente.

Uma lente gelatinosa carregada negativamente absorve Lisozima numa taxa relativa à quantidade de ácido metacrílico contido no polímero.

O segundo tipo de acúmulo de proteína sobre uma lente de contato gelatinosa é a inclusão de proteína na matriz da superfície do polímero. Todas as lentes de contato gelatinosas são estruturas de água e polímero, onde a água é uniformemente absorvida através da superfície do polímero. As moléculas de proteína são 100 a 1.000 vezes maiores que as estruturas do monômero ou da água.

Devido a seu tamanho, as moléculas de proteína não podem penetrar nem mesmo na matriz do polímero com o maior conteúdo aquoso. Como o conteúdo aquoso dos materiais gelatinosos neutros aumenta, o tamanho da matriz também aumenta suficientemente para começar a incluir proteínas de lágrima na superfície da matriz da lente.

Este fenômeno é comum a todos os materiais de alto conteúdo aquoso, pois eles possuem matrizes de superfícies grandes o suficiente para incluir proteínas.

É importante compreender que este é somente um efeito de superfície devido à concentração de proteínas da lágrima. Quando a lente é removida do fluido lacrimal e colocada em solução de limpeza, as proteínas incluídas saem da superfície da lente de contato, que retorna a um nível zero de proteínas.